Todos somos cegos aqui nesse luar
Me mostre os teus olhos pra saída enxergar
Todos somos filhos da manhã que já brilhou
Perdidos em abismos que a noite nunca contou
Rasga o véu desse céu, liberta essa prisão de papel
Todos somos netos de um sol que já se pôs
Me tragam...

Abrindo espaço a facão e sem pedir licença, Petter Beiestorf e o pessoal da Canibal Filmes se tornaram ícones do cinema underground nacional (e por que não internacional!). Com 30 anos de história, chegou a hora dessa galera contar como foram estes anos de luta pela ar...

Olha eu de novo, 
atravessando a rua,
dobrando a esquina,
e mais uma vez,
te vendo caminhar 
em minha direção. 
Seus movimentos pendulares,
seus raios de luz 
em meu rosto,
sua intensa luz,
que me obriga usar óculos escuros e diminuir os passos. 
Arrasta suas asas,
log...

Há algo além do escorrer do mar

Vejo a sombra pesada desviar esse olhar

Corroendo a pluma que te fez voar

O veludo que incendiou tuas nuvens

Quantos abismos rasgaram-se na margem?

Ouçam o grito do último suspiro

Na esperança sufocada 

Sou o ontem que vence hoje 

Que canta o qu...

Senhoras, senhores e alienígenas


Estamos disponibilizando a décima edição do Impresso Marginal na versão on-line. Não sabemos quando será possível nos encontrarmos em um próximo evento, mas esperamos que todos estejam bem até lá, porque a vida é arte e a arte deve ser...

Olá!

Somos o Impresso Marginal, e estamos aqui para contar um pouco da nossa história. Fundado por Mauro Fusinatto, o Impresso foi lançado no dia 17/09/2016, com uma tiragem de 25 exemplares. De lá para cá, já contamos com 5 edições, e estamos preparando mais uma para i...

 

Lá vai o homem do universo.
Flutuando à deriva no espaço. 
O homem do universo observa o destino.

Ele reconhece a casa onde nasceu.
Avista os amigos brincando na infância.
Lembra da estrada que comeu o sangue do tombo.

O sorriso da menina da pré-escola.
O frio na barrig...

A energia elétrica da minha casa foi cortada ontem à noite. Tive que terminar de ler o livro de química à luz de velas. Hoje acordei com um leve desconforto nos olhos, mas isso não me impediu de pegar, sob uma forte chuva, o ônibus das 5h30. Meu material escolar estava...

Andamos aproximadamente 473 metros até pararmos na frente da fachada de um prédio intacto. — UM PRÉDIO INTACTO — Olhei para o meu amigo bizarro, fitei os seus olhos com tamanha curiosidade que ele não conseguiu se conter e abriu uma sonora gargalhada.
— Você pode me ch...

Não sei exatamente por quanto tempo fiquei desacordado antes de abrir os meus olhos. Senti que não conseguia respirar regularmente, a escuridão era total, mas eu conseguia fabricar a luz da minha ilusão. Tudo o que eu queria era não estar mais presente no mundo terreno...

Acordei na tarde vermelha de uma terça-feira com o apito da fábrica ressoando nos meus tímpanos como se fosse o vai e vem de uma britadeira com um punhal banhado à pimenta Carolina Reaper adaptado na ponta. Eu perdi a hora, eu nunca mais voltaria àquela fábrica onde os...

Assim como tudo deve ser (ou pelo menos deveria) o Impresso Marginal está evoluindo. Depois de duas edições teoricamente bem sucedidas, desafiamo-nos a apresentar algo em um formato diferente. As mudanças atingiram o formato do papel, a inclusão de desenhos e o formato...

Please reload

Impresso marginal

Coletivo de literatura independente

Siga nossas redes sociais
  • Instagram
  • Facebook
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now